A Demonização Científica

A ciência não é boazinha nem tenta ser. A sua única promessa é a de encontrar relações evidentemente verdadeiras entre as ideias e a realidade. Não é um processo divino, mágico ou obscuro. É humano e documentado.

O que você acha do sofrimento nesta vida? Algumas religiões o colocam como uma necessidade e que, em outro mundo, na vida após a morte, ele será recompensado. Logo, este outro mundo acaba sendo soberano. Para a ciência, este outro mundo é irrelevante, porque ele é imensurável. Tentar comprovar a inexistência de Deus com a ciência é a mesma coisa que tentar trocar o pneu de um carro com uma jabuticaba. O método científico é uma ferramenta com funcionalidade em um mundo específico.

Existem ramos da ciência, deste método engajado na compreensão da realidade, que são majoritariamente utilizados para a diminuição dos sofrimentos terrenos. A psicologia é um exemplo e graças à sua documentação – e havendo a paciência necessária – , é possível percorrer todo o caminho para se chegar em todas as conclusões e explicações sobre os tratamentos mais complexos que esta ciência pode aprovar. O que se enxergaria no final deste percurso é que não há segredo, não há deturpação de nada que foi criado por Deus, pois tudo o que há é um encadeamento de observações básicas e conclusões simples sobre o que se é observável na Natureza.

A demonização do método científico é uma resposta religiosa aterrorizada pela possibilidade da desmitificação dos fenômenos naturais. Quando livros sagrados, escritos por homens interpretando a palavra de Deus, tentam explicar a realidade, eles erram, porque a conservação dogmática de uma explicação sobre este vasto mundo, não é pariu para a constante competição entre as explicações dentro da ciência. Diferente da religião, o meio científico – de uma perspectiva distante o suficiente, isto é, além de um pequeno grupo acadêmico – recompensará o mais ultrajante dos questionamentos, a completa destruição dos seus falsos axiomas e a quebra de qualquer teoria fundamental, desde que todos os argumentos sejam observáveis.

A ciência é a melhor ferramenta que inventamos para desvendar os mistérios da realidade, mas ela por si só não é capaz de responder todas as perguntas importantes que formulamos. Além de explicar fenômenos observáveis, temos a necessidade de encontrar propósitos, definir uma ética, perseguir a felicidade. Para isso lhe servirá a filosofia e a religião.

A proposta do filósofo suíço Alain de Botton de criar uma religião ateísta não é simplesmente para conquistar uma fatia do mercado consumidor inacessível às demais religiões, é sobre entender a importância que este fenômeno tem dentro da vida de um indivíduo em sociedade, a importância de se criar laços, dividir valores, celebrar conquistas, ajudar no avanço do próximo e relembrar ideais fundamentais, tudo isso de forma rotineira.

Se eu pudesse dar um conselho para os religiosos que se encontram em confronto com a ciência, seria: não use a sua religião para confrontar a realidade, porque a realidade em si já é uma provável obra do seu Deus. Mas a use no grandioso espaço que lhe cabe, resolvendo outras questões, melhorando a sua vida para em seguida melhorar a do próximo. E ao invés de, por exemplo, olhar para a teoria da evolução como uma depreciação da humanidade, como que se a partir dela não fossemos especiais, a entenda como uma elevação das outras formas de vida. O mesmo mecanismo que criou a sua capacidade de pensar, de se apaixonar e enxergar beleza na vida, também criou a capacidade dos pássaros voarem, das plantas exalarem perfumes e não há demérito nisso.

Publicado por Marcos OGS

https://twitter.com/marcosogsantos 🐦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: